A amiga que desmarca jantares

Eu tenho uma amiga que está sempre a desmarcar jantares. Um aborrecimento. Vocês também têm uma amiga assim? Nós marcamos a data, uma data que lhe seja conveniente, com alguns dias de antecedência. Eu não me permito ficar demasiado entusiasmada com o encontro, porque sei que, lá está, pode não acontecer. Mas, no dia do jantar ou na véspera, faço a lista de compras – vinho, gelado, salada, café – e, quando estou a sair para o supermercado, ela telefona. Na verdade, todos os imprevistos que lhe surgem são realmente inadiáveis. Uma tia que não vê há oito anos está Lisboa apenas nessa noite, o marido não se sente bem – comeu ostras estragadas? – ou está um tempo espetacular e vai passar o fim de semana no Algarve. Compreendo.

Como é uma grande amiga, fico triste, mas nunca zangada. Há uns anos, uma psicóloga disse-me que tenho que ser mais ‘flexível’, e esforço-me muito nesse sentido. Então digo à minha amiga: Tudo bem, marcamos quando te der jeito. E, um dia, ela aparece mesmo à porta de casa e vem com abraços e traz beldroegas para fazer uma sopa e sentamo-nos à mesa e temos um jantar absolutamente maravilhoso. Acontece duas ou três vezes por ano, por isso é realmente uma celebração. Quando ela se despede, fazemos mais planos para passeios, teatros e piqueniques. Que imaginamos coloridos, mas sem muito entusiasmo. Porque, lá está, podem não acontecer.

(Imagem: Chop Suey de Edward Hopper)

hopper.chop-suey

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s