O maravilhoso acontece

Durante muitos anos, antes de dormirmos, eu lia histórias aos meus filhos, que agora estão tão crescidos. Uma das favoritas era The Wonderful Happens da Cynthia Rylant. É um livro que celebra as coisas maravilhosas que nos rodeiam, mas a que nem sempre prestamos atenção. Começa com algo assim ‘Numa cozinha alguém barra manteiga no pão, pão maravilhoso. A terra fez crescer o trigo, o trigo fez farinha e o maravilhoso aconteceu: pão’. Tenho pensado neste livro todas as manhãs. É que todas as manhãs, eu e o bebé passeamos no parque em frente a casa. Todos os dias o bebé vai no carrinho e agora, dois meses depois de nascer, esforça-se muito para manter os olhos abertos. O bebé tem uma imensa curiosidade, quer conhecer tudo o que o rodeia. Eu olho o tempo todo para os olhos dele. Ele, deitado, olha a copa das árvores lá em cima, olha os raios de sol, olha os pedaços de céu azul e, de vez em quando, suspira quando vê os enormes pássaros de asas pretas voarem. É isso mesmo. Temos criaturas mágicas a voar por cima da nossa cabeça. O maravilhoso acontece. Quando regressamos a casa, o bebé gosta de observar as minhas mãos, como abrem e como fecham, parecem estrelas, como os dedos se unem e fazem estalinhos. O maravilhoso acontece outra vez. O bebé gosta do interruptor que acende e apaga a luz, gosta da textura da água do banho, gosta de ver passar as páginas do livro dos pinguins, gosta de olhar fixamente as nossas caras decifrando cada ruga. O maravilhoso acontece. Todos os dias.

Processed with MOLDIV

img_8490

Advertisements

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s