Este menino

Este menino é completamente idiota, pensou a professora e quis dar-lhe um oito. Mas depois lembrou-se que o pai dele era aquele homem importante do ministério e o menino até que era simpático, sorria com um ar apático – mas tão tranquilo – atrás das sardas. Resolveu dar dez. Depois resolveu até dar onze, porque dez parecia surrado, dez parecia mal. Esse rapaz é uma besta, disse a menina pespineta, que nunca lhe tinha ouvido um pensamento. Mas, todos os outros alunos pressionaram, o pai dele quase fora ministro, quem sabe não pudesse ajudar dando algum subsídio e logo a menina pespineta o convidou para integrar a lista da associação de estudantes da universidade. Esse rapaz é um imbecil, pensou o recrutador da empresa, que nunca tinha visto ninguém com um olhar tão vazio. Mas, olhando o currículo viu que o rapaz vinha de um bom colégio e que na faculdade chegara até a fazer parte da associação de estudantes. Além disso tinha aquele apelido meio familiar. O seu pai é o ministro? E o rapaz anuiu. Então, o recrutador deu-lhe uma oportunidade, afinal era só um estágio. Anos mais tarde o menino completamente idiota era presidente do conselho de administração da empresa. E foi feliz para sempre. The end.

(Imagem: A atriz de cinema mudo Mary Pickford em 1916, ano em que assinou com Zukor – mais tarde Paramount Pictures – e ganhou autoridade total sobre a produção dos filmes em que entrava)

mary_pickford_19161 (2).jpg

Anúncios

2 comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s