A mãe mais chata

No reino animal, as mães panda tem uma fama terrível. Costumam ter gémeos, mas podem apenas tomar conta de uma das crias, por isso negligenciam a outra. É o que diz a internet e eu confio, visto que a minha experiência direta com pandas cinge-se a uma visita ao zoo de Madrid há mais de trinta anos. Nesse agosto, as mães panda roendo bambu pareceram-me adoráveis. Um pouco como eu, talvez. Quem me vê saltitando na rua tão pequena e tão insignificante, não imagina que sou a mãe mais chata de Lisboa. Em casa, gostava de ser luminosa, mas mal entro a porta a minha inquietação inicial vai para os trabalhos de casa. Precisam de ajuda? Mal surgem as primeiras contrariedades viro logo autoritária e o meu reportório é pouco variado. Meu reportório é tão previsível, que sinto como se estivesse em cena todos os dias representando a mesma peça. Eu digo: Estou saturada. Quanto tiveste no teste de português? E de novo: Estou cansada. Arruma os sapatos. Põe a mesa. Estuda história. A toalha ficou no chão da casa de banho. Come a sopa. Podia ser exigente, que é o nome chique que deram às mães assim, mas não. Sou mesmo um militar tomando a cidade fortificada de assalto, com ordens curtas e pouco sentido de humor. Sou tão chata. Eu digo: Come só mais duas colheres. Eu digo: Agora não tenho tempo. Tento negociar: Podes ver televisão, mas primeiro é preciso arrumar a sala. Eu sou tudo o que a pedagogia moderna condena. Não há lugar nos manuais de psicologia para mães assim.

(Imagem: O eterno feminino de Kelly Reemtsen. Mais aqui)

Handled1.jpg

Anúncios

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s