Pizza quatro estações

De repente, é Natal outra vez e dizemos no elevador: É Natal outra vez. O vizinho responde anunciando que já fez as compras todas, logo no principio do mês. Nós não fizemos compras nenhuma e faltam apenas dois dias. De repente, é Natal outra vez e até os meus filhos, que são crianças, dizem: De repente é Natal outra vez, espantados com a velocidade do tempo que parece uma chita quebrando recordes lá na savana. Se uma chita quebra um recorde de velocidade na savana e não há ninguém por perto para testemunhar, esse recorde existiu? Tudo isto é prova de que a Terra gira cada vez mais depressa, de que o seu eixo se descontrolou, de que os dias começam e terminam com a rapidez dos trópicos. Prova de que logo o ano vai terminar e os dias vão de novo crescer e depois os bichos da seda vão-se enganar e acordar cedo com o sol de janeiro. Depois vai ser Carnaval e todos vão fazer ski na Serra Nevada, depois vem a Páscoa e ninguém se vai lembrar do cabrito, e logo chegam os feriados de junho e o verão, que como todos sabem, está cada ano mais curto. E no verão, meio ano já passou e eu começo de novo a pensar no regresso às aulas, em castanhas, em abóboras. E no Natal.

(Imagens: Marilyn Monroe no metro em Nova Iorque em 1955. Por Ed Feingersh)

Marilyn Monroe by Ed Feingersh (3)Marilyn Monroe by Ed Feingersh (4) (1)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s