Domingo, vocês sabem como é

A manhã deste domingo começou num jantar de sábado à noite que entrou direto pela madrugada, no meio de bocejos, copos de vinho meio cheios e corujas da Amazónia. Nesse jantar, a minha amiga foi a vida da festa e falava de forma tão colorida que conseguiu prender a atenção das crianças que ficaram sentadas à mesa até não aguentarem mais e se despedirem para irem dormir. Acho que são os gestos dela, que fazem lembrar os dos ilusionistas ou os das atrizes – se conhecerem uma boa atriz vejam como ela desenha casas largas no ar. Eu também falo muito com as mãos, mas os meus gestos são pequenos, talvez porque tenho mãos de duende e ombros estreitos. Neste jantar, a minha amiga não estava contente com o seu emprego e o que mais a frustrava era dizerem-lhe constantemente que isto está tudo tão mau que não arranjas nada melhor. Ou melhor nem tentar, deixa-te estar que podia ser pior. A mim, há muitos anos, também me disseram isso numa empresa. Imagino que vocês também já tenham ouvido algo semelhante. Esse apelo ao derrotismo. Talvez seja isto a que chamam fado, será? Mas, de qualquer forma, está na altura de entrarmos numa era mais rock e partir isto tudo. Oh yeah.

Anúncios

One comment

  1. Que belos estes textos, que sempre me arrancam sorrisos 🙂 Mas o mais importante é a pertinência com que são escritos. Parabéns.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s