Espelho meu, espelho meu

O espelho do meu emprego está obviamente avariado, embora os espelhos não avariem. Hoje cheguei de férias e logo em casa achei-me com tão bom ar – levemente bronzeada, mas sem o nariz esfolado, sem olheiras e a pele lavada, sem borbulhas ou pontos negros – que decidi que nem iria pôr maquilhagem. Apareceria assim, de cara limpa, esbanjando saúde, mostrando para todos como as férias faziam bem. Mas, mal passei na casa de banho do trabalho, uns cinco minutos depois de regressar, o espelho devolveu-me o meu ar deslavado, esverdeado e cansado de mulher que caminhou de manhãzinha desde o jurássico. Era um espelho avariado, porque me mostrava a realidade sem açúcar. Por dentro, eu sentia-me muito melhor que aquela mulherzinha cinzenta que me olhava espantada. E foi um instante nervoso até abrir a bolsa e tirar lápis, blush e batom para voltar a pôr a cara de palhaça.

(Imagem: Christina’s World estava pendurado no quarto do meu apartamento em Barcelona este verão. Conheçam a sua história aqui)

zzz Christinas World Andrew Wyeth large image

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s