Na estrada

Bem, fomos à Croácia. De carro. Assim, foi daquelas viagens em que o que conta é o caminho  não o destino final, não é como escrevem os guias de viagem? O caminho foi longo, mas não deu para visitar a Sagrada Família em Barcelona. Só marcando com antecedência. Mas, deu para ver as estátuas de rua, comer tapas, dormir em Arles, ver os iates no Mónaco, ver o polvo gigante e decadente que é Nice, dizer ‘um dia quero passar férias em Portofino’ onde as mulheres parecem a Donatella Versace e os guarda-sóis são azuis a condizer, andar de bicicleta em Lucca, fazer ‘ahhh’ em frente da torre de Pisa, comer gelado em Florença, fotografar comida, contar as pontes em Veneza, dar um pulo a Pula e tomar banho no Adriático. Como é impossível aquela água. Sei lá, é turquesa ou transparente ou paradisíaca, quente, muito salgada, qualquer uma dessas coisas. Ou provavelmente todas elas. Também jantámos em Portorož na Eslovénia – uma espécie de tarte de massa folhada com carne que me pareceu típica – só para dizer que tínhamos jantado na Eslovénia. E estivemos em Verona, mas agora estou apenas a procurar a vossa admiração. Logo viemos de regresso, dormindo nos hotéis baratos da beira do caminho e vendo estrada, tanta estrada, as nuvens brancas, as nuvens cinzentas, deserto vermelho e depois montanha verde, os camiões TIR de Albergaria a Velha no sul de França, quarenta graus e mesmo antes de chegarmos à península uma chuva impossível. Todo o tempo pensando, e se não voltássemos? E, embora rindo com o disparate, ficou esse desconforto. É que eu não tinha vontade de voltar mesmo.

fotografia (3)fotografia (4)fotografia (5)fotografia (6)fotografia (7)fotografia (9)fotografia (11)fotografia (12)fotografia (13)fotografia (14)fotografia (15)fotografia (16)fotografia (18)fotografia (19)fotografia (21)fotografia (20)fotografia (22)fotografia (23)fotografia (24)fotografia (25)fotografia (26)fotografia (27)fotografia (28)fotografia (29)fotografia (31)fotografia (32)fotografia (30)fotografia (33)fotografia (34)

 

Anúncios

One comment

  1. Eu, que vim só até Santa Luzia, estou na mesma.
    A estratégia resultou… fiquei admirada com a viagem 🙂

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s