Amigas de centro comercial

Encontrei M. ontem no Centro Comercial. Eram 18:33h. Ela punha os óculos para ver melhor o colar imitação de pérola em saldos na Casa Batalha – 50% menos – e eu passava alheada. Abraçamo-nos. Andámos juntas na universidade. Jogámos cartas na esplanada. Pusemos a conversa em dia. Para quem passava – e e também para nós próprias – ficou a ideia que havia tanto mais para dizer. Estou cheia de pressa, mas vamos combinar alguma coisa? Ela fez-me prometer que íamos jantar juntas ou tomar um café. (Nota: Tomar um café é uma expressão enigmática. Nunca fui tomar um café com ninguém, nem me deslocaria através da cidade por causa de um café). Eu prometi que sim, que iríamos. Mas sabíamos que isso não ia acontecer. As cinco ou seis vezes que encontrei M. no centro comercial – e uma vez no antigo cinema Londres – foram sempre acidentais. E encontrá-la ontem foi como pôr um like numa foto do instagram. Dá ilusão de intimidade, mas a gente não acredita mais.

(Imagem: Sol e mar aqui)

19612017_3830091_pm (1)

Anúncios

2 comments

  1. é tão verdade ! Mas há uma coisa que me inquieta…pessoas amigas que moram na mesma cidade e deixam de se (convi)ver , aos poucos e poucos…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s