Lovely Alfama

Chega junho e os  lisboetas descem para junto do rio, guiados pelo mesmo tipo de impulso cego que leva as tartarugas das Galápagos a viajarem milhares de quilómetros para porem os seus ovos.

Hoje todos estavam em Alfama. Bebendo cerveja na fila das sardinhas, abanando as ancas ao som de um bailarico brasileiro, subindo e descendo escadas, entrando e saindo das ruas estreitas. Nós jantámos nas escadinhas, no meio do fumo do assador e das cadeiras de plástico. Por todo lado, era um postal. Faltava o repórter da National Geographic para fotografar os mil manjericos e pôr na capa da revista para todos poderem ver. Havia fadistas cantando e os estrangeiros bebendo red wine, largando gorjetas gordas, alguns fumando descaradamente para cima do nosso pescoço. Como são estranhos os hábitos dessa gente.

Eu sei, eu sei és a linda portuguesa com quem eu quero casar. Quem será o primeiro par a dançar? As raparigas eram todas diferentes, mas esta noite todas estavam bonitas e usavam os calções mais curtos e os lábios prensados com batom vermelho. O que achei desta noite? Very nice, thank you. Lovely city.

ivan

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s