A era do jazz

Em baixo, F. Scott Fitzgerald (1890-1940), escritor e profeta da Era do Jazz, fotografado com a sua mulher Zelda, cuja doença mental inspirou este livro. Juntos cometeram excessos e loucuras e foram o símbolo de uma determinada classe, numa determinada época.
Ela dizia de si mesma: I did not have a single feeling of inferiority, or shyness, or doubt, and no moral principles.
Ele dizia dela: I fell in love with her courage, her sincerity and her flaming self-respect and it’s these things I’d believe in even if the whole world indulged in wild suspicions that she wasn’t all that she should be… I love her and that’s the beginning and the end of it.
E escreveu também: Sometimes I don’t know whether Zelda and I are real or whether we are characters in one of my novels.
Nesta foto Zelda escolheu posar de casaco de peles e chapéu.
Zelda-F-Scott-Fitzgerald-Portrait-2
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s