Falar americano

Quando morei nos Estados Unidos comia bagels with cream cheese ao pequeno-almoço, almoço e jantar. Geralmente chegava ao balcão e dizia muito depressa: A bagel with cream cheese. Eu era a criatura mais tímida na terra das rock stars. Depois de muitas horas na fila a ouvir os outros, o pedido passou a ser muito lento: “Can I have a… (pausa como se estivesse ainda a pensar) bagel with cream cheese, please? (o cheese e o please quase pegados como se fossem a mesma palavra). E, no final, um Thank you quase murmurado e ascendente, ou seja, em que o you é mais forte que o thank. Articular as palavras mais devagar ajuda muito quando tentamos “falar americano”. E pôr uns “huh” e “hmmm” no início e meio das frases também.

(Imagem: Na América com Norman Rockwell. E vale a pena ver isto)

4-Rockwell (1)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s