Veneno

Aos 39 anos, Cleópatra dedicou-se a planear a sua morte. Neste quadro de Alexandre Cabanel, experimenta pacientemente os melhores venenos para o seu suicídio, testando-os nos seus prisioneiros. Afinal, sabe-se agora, não morreu com a tal mordida de cobra. O seu exercício metódico reflete a confiança numa  existência depois da morte, mas sobretudo a certeza de ter tido uma vida plena.

Alexandre_Cabanel_-_Cléopatre_essayant_des_poisons_sur_des_condamnés_à_mort

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s