Rotina

Falava com o meu pai ao telefone. Como me sentia aborrecida com a minha vida. O trabalho, o jantar, trabalhos de casa, o colapso noturno frente à televisão, as festas de anos ao fim de semana. Que me fazia falta viajar e mais não sei o quê. “Quando corre bem a tua vida é uma chatice, quando corre mal ainda é pior”, disse o meu pai.

Pois. É sempre assim, não é? Não sabemos se nos devemos aborrecer com a rotina ou estarmos gratos por ela acontecer.

(Na foto: Natureza morta num primeiro andar lisboeta)

WP_000507

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s